Hoje iremos falar-te de mais um excelente superalimento que podes introduzir na tua dieta diária – as bagas Goji!

E vamos começar por te contar a história do famoso Li Qing Yuen que consumia diariamente bagas Goji, e cuja lenda popularizou tanto estas bagas, como o Giseng.

Diz-se que Li Qing Yuen terá vivido até à idade de 252 anos (de 1678 a 1930)!

A lenda refere que, quando Li Qing Yuen tinha 11 anos de idade, encontrou três sábios taoístas que supostamente teriam mais de 300 anos de idade, e que ensinaram a Li a ciência e a arte da longevidade, a dieta adequada e a importância da água mineral, e os princípios do herbalismo.

Quando já tinha 50 anos de idade, diz-se que encontrou outro sábio taoísta que lhe disse ter 500 anos. Quando Li lhe perguntou o segredo da sua longevidade, o sábio ensinou-o a consumir uma sopa de Goji por dia.

Diz-se que Li Qing Yuen deu uma palestra na Universidade de Pequim, quando tinha 200 anos.

Quando o imperador da China soube que havia uma pessoa com uma idade tão avançada no império, convidou Li Qing Yuen para ir à corte real. Depois de viver alguns meses em Pequim, Li Qing Yuen morreu, aparentemente por comer alimentos processados fornecidos pela cozinha real, e também por ter ficado exposto à toxicidade da cidade.

Mesmo que a longevidade de Li Qing Yuen seja apenas um mito, ela demonstra que há uma reconhecida relação cultural entre as bagas Goji e a longevidade.

Vamos então conhecer melhor estas bagas.

Bagas Goji – O que são

As bagas Goji (Lycium) crescem num arbusto que se desenvolve como uma trepadeira, se estiver na sombra. Este atinge em média, os 1,80m.

Algumas partes do arbusto também têm sido usadas como alimento: as sementes, as flores, as folhas e as raízes.

As bagas têm 1 a 2 cm de comprimento e geralmente são colhidas entre Julho e Outubro.

A cor das bagas Goji podem ir do amarelo pálido ao laranja-escuro, e ao vermelho-escuro. São doces, ligeiramente ovais, e com um sabor semelhante a uma combinação entre passas de uva e cerejas, pois para preservar a fruta, esta é frequentemente seca até ficar com uma textura idêntica à da uva-passa.

Bagas Goji – Origem

Existem aproximadamente 85 espécies de bagas Goji na Ásia e 15 espécies na América do Norte e central.

Sendo as bagas Goji oriundas do Noroeste da China e do Tibete, estendendo-se o seu habitat natural pelas montanhas dos Himalaias e margens férteis do rio Amarelo, até à Mongólia, coloca-se a hipótese de que as bagas Goji tenham sido levadas para a América por grupos que imigraram da Ásia.

As bagas Goji da Ásia e da América são muito idênticas.

O arbusto de Goji é muito adaptável. Cresce muito bem em desertos duros, e secos, mas também nos trópicos. Também toleram Invernos rigorosos e com baixas temperaturas. Ou seja, têm esta particularidade muito interessante, de tolerarem grandes oscilações de temperatura.

A baga Goji asiática

Esta planta é cultivada já há cerca de 5 mil anos na China, fazendo parte da dieta diária e saudável das populações locais, que acreditam que as bagas Goji podem prolongar significativamente a vida.

A baga Goji Americana

As variedades de Goji americanas concentram-se no deserto do sudoeste do EUA, e nos desertos ocidentais do México e América do Sul. Foram uma importante fonte de alimento para todas as tribos nativas americanas nestas zonas.

No ocidente, só há pouco tempo se tornaram mais conhecidas, principalmente após Oprah Winfrey e Madonna terem divulgado que as bagas goji faziam parte da sua ementa diária.

A grande adesão ao consumo destas bagas, deve-se às suas características particulares – são, como iremos ver ao longo deste artigo, uma das frutas mais ricas em nutrientes, e por isso consideradas um superalimento.

Bagas Goji – benefícios do consumo e possíveis efeitos medicinais

Como já referimos, as bagas Goji são usadas há vários anos em diversas zonas da Ásia, tanto na culinária como na medicina (tipicamente medicina chinesa).

Nos últimos anos têm sido feitos diversos estudos científicos sobre estas bagas, que têm vindo a  comprovar a maioria dos benefícios que lhe são atribuídos. No entanto, nem todos os estudos tem resultados concordantes num ou noutro aspecto.

Durante o nosso artigo, e quando tal se verificar, procuraremos referir sempre as duas versões, para que possas assim tirar as tuas próprias conclusões.

Para compreendermos melhor os benefícios que este superalimento nos pode trazer, iremos primeiro referir quais são as características nutricionais das bagas Goji.

Características nutricionais

São uma fonte de proteína completa (superior a qualquer fruto), contendo 18 aminoácidos diferentes, entre os quais estão os 8 essenciais.

Contêm até 21 minerais, entre os quais zinco, ferro (mais do que a carne vermelha), cobre, cálcio, germânio, selénio e fósforo.

Fornecem também vitaminas B1, B2, B6, E.

Contém grande percentagem de açúcares de cadeia longa – polissacarideos (36% nas bagas cultivadas, maior quantidade nas silvestres) – que fortificam o sistema imunológico.

De destacar também os tetraterpernos antioxidantes – as bagas Goji são um dos alimentos com maior teor de antioxidantes do mundo.

Segundo referências que aparecem na Internet, é mencionada uma grande concentração de vitamina C e betacaroteno.

No entanto, segundo David Wolfe (“Superalimentos – A alimentação do futuro”), testes feitos em laboratórios credenciados mostraram que o teor de vitamina C das Goji secas não era significativo.

Análise nutricional (por 100g):

Calorias: 1487 KJ / 360 kcal
Proteínas: 12.20 g
Hidratos de carbono: 57.82 g
Lípidos: 7.14 g
Fibras: 7.79 g
Cálcio : 112 mg (14% da DDR= Dose Diária Recomendada)
Ferro: 9 mg  (64.3% da DDR)
Fósforo: 203 mg  (29% da DDR)
Zinco: 2 mg
Selénio: 50 mcg
Potássio: 1.132 mg
Vitamina B2: 1,3 mg

Bagas Goji – Benefícios e efeitos

Iremos abordar alguns dos principais benefícios que o consumo regular das bagas Goji pode proporcionar.

– Adaptogénico

As bagas Goji são consideradas, dentro da área das plantas medicinais, como um “adapatogénico” – substância que fornece uma combinação de acções terapêuticas para o corpo humano, permitindo que este se adapte a diferentes situações.

Um adaptogénico revitaliza e fortalece todo o sistema, ao mesmo tempo que ajuda o corpo lidar mais facilmente com o stress, ao auxiliar as glândulas supra-renais. A medicina tradicional chinesa utiliza as bagas Goji para equilibrar e aumentar a energia Yin das supra-renais e dos rins, reforçando assim a resistência, a força, longevidade e a energia sexual.

Embora as bagas Goji sejam recomendadas frequentemente para determinados problemas de saúde e condições crónicas, a sua utilização não tem esse objectivo.

O principal benefício do consumo destas bagas para a nossa saúde, é o de fornecerem um extraordinário conjunto de nutrientes que vão alimentar o corpo, auxiliando-o no seu processo de auto cura.

– Aumento da longevidade e saúde hormonal

David Wolf no seu livro, refere também a importância das bagas Goji como o melhor superalimento anti-envelhecimento conhecido, pelo facto de ajudarem a estimular o nosso corpo a produzir naturalmente a hormona de crescimento (HGH) – a diminuição natural de produção desta hormona à medida que envelhecemos, está ligada aos sintomas de envelhecimento. Esta hormona de crescimento influencia também o nível de todas as hormonas do nosso corpo.

O consumo das bagas Goji na altura da menopausa, nas senhoras, pode ser assim uma contribuição importante para minimizar os efeitos desta.

Uma pessoa de 70 anos, por exemplo, produz apenas um décimo da HCH produzida por uma pessoa de 20 anos.

Pelo facto de auxiliarem a inverter o processo de declínio de produção da hormona de crescimento, e como tal, também do processo de envelhecimento, as bagas Goji foram mesmo denominadas  “fruta da longevidade”, “frutas da felicidade” .

Uma das razões encontradas para este facto, deve-se ao alto teor de sesquiterpeno que as bagas Goji possuem, cujas propriedades anti-inflamatórias estimulam as glândulas pituitária e pineal, o que amplia a produção glandular da HCH.

Outra razão será a presença de certos aminoácidos em quantidade elevada nas bagas Goji, como a L-glutamina e L-argentina, que actuam em conjunto para promover a produção da HCH.

Aumento da libido e melhoria da função sexual

Na Ásia, as bagas Goji são utilizadas tradicionalmente como tónico sexual.

A diminuição da função sexual não é uma parte inevitável do envelhecimento. A diminuição da libido, quer no homem, quer na mulher, pode estar associada à diminuição da produção de testosterona.

Como a produção de HCH facilita o aumento da produção de testosterona, as bagas Goji têm aqui um contributo importante. Para além disso, as bagas Goji agem também como tónico para melhorar a resistência geral, o humor e o bem estar, bem como para diminuir o impacto do stress no organismo, como já referimos acima. Tudo isto contribui para uma vida sexual mais saudável e preenchida.

Função antioxidante

Os antioxidantes protegem o nosso ADN dos danos que vão sendo causados ao longo do tempo, por um excesso de produção de radicais livres (sub-produto normal do metabolismo), e pela exposição a toxinas e à radiação.

Quando isto acontece podem desenvolver-se uma série de doenças, para além de um envelhecimento precoce.

As bagas Goji são a fonte mais rica de carotenoides antioxidantes ( principalmente de betacaroteno – mais do que a cenoura), tendo assim uma importante função antioxidante.

Melhoria da visão

Na medicina tradicional chinesa, as bagas Goji são recomendadas há milhares de anos para melhorar a visão.

Isto deve-se ao facto das bagas Goji conterem dois dos antioxidantes chave para a saúde dos olhos: zeaxantina e luteína. Estes vão neutralizar a ação dos radicais livres sobre a mácula (parte mais sensível da retina), reduzindo assim o efeito de deterioração sobre esta, protegendo os olhos da perda de visão.

Activação do sistema imunológico

Segundo David Wolf, parece haver três componentes principais nas bagas Goji, que contribuem para melhorar o funcionamento do sistema imunológico:

  1. Os polissacarídeos (da variedade de Goji, Lycium barbarum) – os polissacarídeos são amplamente conhecidos como modificadores da resposta imunológica contra processos infecciosos e doenças.
  2. O betacaroteno – de entre os seus variados benefícios, de destacar que o betacaroteno (convertido pelo corpo, em Vit. A) ajuda a activar a glândula do timo, uma das nossas mais importante fontes de proteção imunitária contra infeções e vírus. O timo contribui também para a destruição das células cancerosas, antes que estas se disseminem.
  3. O germânio mineral – alguns estudos japoneses indicam que o germânio orgânico é eficaz no tratamento do cancro cervical (do colo do útero), do fígado, pulmão, testículos e útero.

Hidratação

As bagas Goji, particularmente as silvestres que crescem em solos alcalinos aluviais, contêm uma grande quantidade de hidrogénio que é necessário para promover a hidratação. Nas zonas desérticas em que a água é escassa, as bagas Goji são fundamentais na dieta das populações indígenas, para a sua sobrevivência.

Melhoria da saúde cardio-vascular

Segundo David Wolf, uma pesquisa chinesa mostra que a ingestão de bagas Goji pode aumentar a produção da enzima superóxido dismurase (SOD) pelo organismo, a qual previne a oxidação do colesterol.

Quando o colesterol circulante oxida (devido à ação dos radicais livres) torna-se muito perigoso, pois prende-se à parede das artérias levando à diminuição do seu diâmetro, ao seu estreitamento, formando placas.

Existe então uma diminuição do fornecimento de oxigénio e nutrientes às células, para além do perigo de um ataque cardíaco por entupimento das artérias.

As bagas Goji contribuem assim para combater um dos factores de risco das doenças cardíacas – o colesterol oxidável.

Melhoria da saúde neurológica e cerebral

As bagas Goji auxiliam o organismo a produzir colina, um composto essencial que combate os danos causados pelos radicais livres, ligados à degeneração neurológica e à doença de Alzheimer.

Manutenção da saúde e bom funcionamento dos órgãos vitais

O chá de Goji tem sido usado na Ásia para o tratamento da diabetes, e para auxiliar a regular o nível de açúcar no sangue e a resposta à insulina.

Vários tipos de fitonutrientes presentes na fruta reforçam a capacidade que o fígado possui, de se desintoxicar e proteger contra os danos causados por factores carcinogénicos e contra os vírus da hepatite. Esses fitonutrientes incluem a betaína, polissacarídeos e pigmentos antioxidantes.

Segundo David Wolf, a betaína e outros fitonutrientes das bagas Goji podem ser a razão pelas qual elas apresentam propriedades anti-inflamatórias.

O chá de Goji também é útil para problemas digestivos, podendo auxiliar na recuperação de doenças como úlceras, e o síndrome do cólon irritável – pesquisas sugerem que os polissacarídeos serão os responsáveis pelo efeito calmante produzido na digestão.

Na Medicina tradicional chinesa, os rins são considerados os órgãos vitais mais importantes do nosso corpo. O bom funcionamento dos rins é mesmo considerado essencial para a sobrevivência. As bagas Goji têm a reputação de ser um supertónico dos rins, (influenciando tanto o yin como o yang dos rins) sendo assim utilizadas por contribuírem para um normal e bom  funcional renal.

As bagas Goji contêm também vários ácidos gordos e possicarídeos, cujos componentes podem estimular a produção de colagénio e reter a hidratação contribuindo para uma pele de aparência mais  jovem e luminosa.

Bagas Goji – contra-indicações

Antes de começares a consumir bagas Goji, ou qualquer suplemento alimentar ou superalimento, não te esqueças de consultares um profissional credenciado ou o teu médico, que te poderá indicar se para a tua condição não existem contra-indicações, ou possíveis interacções medicamentosas nefastas.

Embora o consumo destas bagas seja no geral adequado para qualquer pessoa, existem algumas situações em que é desaconselhado:

Talvez uma das maiores contra-indicações das bagas de Goji seja o facto de o seu consumo poder interagir com medicamentos anticoagulantes. A acção destes medicamentos pode ser potenciada pela ingestão de chá de bagas goji, levando a episódios de risco hemorrágico elevado. Foi relatado um caso clínico publicado na revista Annals of Pharmacotherapy de uma mulher com 61 anos de idade, que começou a ter maiores riscos de hemorragia. Ela tinha por hábito beber 3 a 4 chávenas diárias de chá de bagas de Goji, tendo o seu sangue voltado à normalidade após deixar de tomar o chá de Goji.

Desaconselha-se o consumo a quem tome medicamentos como a varfarina, fenitoína, losartan, fluvastatina, entre outros.

Também poderá haver uma interacção nefasta entre a ingestão das bagas Goji e alguns medicamentos para o tratamento da diabetes e pressão arterial elevada, pois irão potencializar ainda mais o efeito destes medicamentos. Fala com o teu médico previamente.

Em relação à gravidez e aleitamento, lactentes e crianças, não existem estudos sobre os efeitos das bagas de Goji  – como precaução, recomenda-se que durante estes períodos não sejam consumidas.

O consumo destas bagas, mesmo por pessoas saudáveis não deve ultrapassar as 45 gr diárias.

Por outro lado, à margem destas contra-indicações, há que mencionar o facto de alguns dos conservantes existentes nas embalagens de bagas de Goji poderem provocar efeitos secundários nefastos. Por exemplo, deves ter em atenção e verificar se têm as embalagens têm o conservante E-220, o qual é passível de poder provocar diarreia, náuseas e dores de cabeça.

Outras pessoas referem ainda terem insónias, pelo que se recomenda o seu consumo de manhã.

Bagas Goji – Como consumir

Sendo um superalimento adaptaogénico tónico, as bagas Goji e os seus subprodutos podem ser consumidos diariamente. A dose de consumo ideal será uma ingestão diária de 15 a 45 gramas (um punhado).

As referências mais antigas dizem-nos que as pessoas usavam as bagas Goji para fazer chá, sopa e vinho, ou simplesmente as mastigavam como uvas. Um chá gelado de Goji no verão é delicioso!

Tal como outras frutas secas, podem ser usadas como petisco, misturadas em receitas ou outras preparações. Podem ser misturadas com pedaços de cacau, frutas secas, nozes e sementes, ou a outros superalimentos.

Podes adicioná-las por exemplo:  a iogurtes, cereais de pequeno-almoço, saladas de frutas ou de vegetais, batidos (smoothies), sumos, massa de pão ou bolos, sobremesas, ou outro alimento, como qualquer outra fruta seca.

As bagas secas por si só, são um alimento prático para levar para o lanche no emprego ou na escola, e uma excelente forma de ingerir mais fruta.

A tradição chinesa diz que adicionar bagas Goji a outros alimentos ou pratos, melhora a digestão. A folha da planta de Goji, para além das bagas Goji, tem também um alto valor comercial pela sua utilização em chás.

Também podem ser demolhadas e reidratadas em água, para obter uma consistência próxima da original. A água em que as bagas Goji ficaram demolhadas – água de Goji – é uma bebida excelente e muito hidratante, podendo também ser usada como base de um caldo para qualquer receita culinária.

Outra sugestão é uma infusão de bagas Goji como calmante.

As bagas Goji são também excelentes para melhorar o sabor de alguns chás medicinais, mitigando o sabor adstringente ou amargo que muitas plantas têm. Junta 10 a 20 bagas secas ao chá.

Bagas Goji – Como comprar, produtos de Goji

As bagas Goji são encontradas como fruta seca, normalmente de um vermelho escuro e intenso, com o tamanho aproximado de uma uva.

Ao comprares Goji secas, procura que tenham as seguintes características:

  • Compra frutas biológicas. Frutas não biológicas ou com a referência ” do seu próprio habitat” são, na maioria das vezes, pulverizadas com pesticidas químicos e/ou dióxido sulfúrico.
  • Escolhe frutas suculentas, mas que não sejam demasiado saborosas! – isto é sinal de que podem ter sido embebidas em água e açúcar, e depois secas de novo. As bagas Goji devem ser macias e levemente húmidas. Evita escolher frutas muito secas e duras.
  • O tamanho das bagas não parece ser importante nem indicativo de uma melhor qualidade.
  • Seleccionaas frutas que tenham uma cor vermelha rica, mas não muito incomum. Atenção que as bagas Goji que são cultivadas e apresentam um vermelho incomum (com baixo preço), podem ter sido tingidas com produtos químicos. As bagas Goji escuras ou são velhas e/ou têm baixo teor de antioxidantes.

Para melhor conservares as suas propriedades, deves guardá-las em local fresco e seco, em pacote ou frasco bem fechado, hermético. Se as deixas expostas ao ar vão absorver muita humidade.

Outros produtos de Goji, para além das bagas secas:

  • Pó de extracto de Goji (em sacos a granel ou em cápsulas)
  • Sumo de Goji (feito de concentrado de Goji)
  • Tintura líquida e extracto de Goji (de preferência feitos de Gojis frescas e não secas)
  • Frutas frescas
  • Óleo de sementes de Goji (para aplicações cosméticas tópicas)
  • Barras de chocolate ou pedaços com Goji crua e barras energéticas.

Bagas Goji – Semear e plantar

Tendo as bagas Goji tantos benefícios, porque não experimentas lançar uma bagas ao solo do teu quintal (ou num vaso, se vives num apartamento) e ter o privilégio de as consumir frescas sempre que te apetecer?

É uma planta que se propaga muito facilmente, adapta-se a climas europeus, e só não gosta de muita chuva. É um pequeno arbusto, que podes fazer crescer assim com facilidade, no quintal ou mesmo em vasos.

Começa por demolhar algumas bagas Goji em água durante cerca de 8 horas, para facilitar o processo de germinação.

Abre as bagas demolhadas, e verás lá dentro sementes minúsculas que podes semear. Nem todas as sementes germinam facilmente, portanto será melhor colocares uma boa quantidade delas na terra.

Se as sementes germinarem e a planta crescer bem, irá dar frutos no segundo ano.

Bagas Goji – Algumas sugestões de receitas

1- Água de Goji

  • 1 punhado grande de bagas Goji
  • 3 chávenas de chá de água

Deixa as bagas de molho na água durante um mínimo de 2 a 4 horas em temperatura ambiente, e vai mexendo de vez em quando.
Passado este tempo, coa  o preparado por um passador para remover as bagas e ficas então com a refrescante água de Goji.

Podes usar esta água também como base para o batido que vem a seguir.

2- Batido de Goji e frutas

  • Bagas de Goji, mírtilos, cerejas, maçãs, framboesas e amoras, em igual quantidade
  • 1 copo de água, ou de água de Goji, ou de leite de arroz, ou de sumo de laranja
  • Canela ou cacau em pó
  • Pinhões

Num copo batedor para batidos, coloca a fruta e liga o aparelho durante alguns segundos para começar a triturá-las.
Junta o copo de água ou outro líquido, e tritura de novo até desfazer.

Por cima, salpica o batido com a canela ou cacau, e o pinhão ligeiramente cortado.

Este batido é um excelente boost de energia e de alegria, que vai nutrir o teu corpo!

3- Gelatina de Gojis

Ingredientes para 6 taças:

  • 85g de bagas Goji
  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco
  • 1 l de água
  • 2 colheres de sopa de alga ágar-ágar em pó
  1. Demolha as Gojis na água durante cerca de 1h.
  2. Coloca de seguida a maioria das bagas (reserva algumas inteiras) e a água no copo batedor de batidos, e reduz a sumo.
  3. Leva um tacho ao lume com o sumo e o açúcar, e deixa ferver.
  4. De seguida adiciona a alga ágar-ágar e as bagas inteiras que reservaste, e deixa mais 1 a 2 min. com o lume baixo, mexendo bem.
  5. Desliga o lume.
  6. Deita a sobremesa em taças pequenas e deixa arrefecer (a gelatina só se torna sólida quando arrefecer).
  7. Coloca no frigorífico.

Sugestão: Se preferires, coa o sumo de goji antes de o ferveres, de forma a que a gelatina não fique com sementes das bagas.

Aproveita os dias quentes de verão que estão a chegar para começares a experimentar estas receitas refrescantes, e introduzires as bagas Goji na tua dieta!

Dá-nos os teus feed-backs!



Facebook Comments Master

Share This

Share this post with your friends!