VATA, PITTA, KAPHA

A natureza primordial, o estado natural ou constituição do ser humano, é conhecida na medicina Ayurvédica pela palavra sânscrita Prakruti.
Os cinco elementos  básicos –  Terra, Água, Fogo, Ar e Éter (a que já fizemos referência no último artigo), manifestam-se no corpo humano pela forma que referimos por Tridosha, o qual é constituído pelos três humores (doshas) : Vata, Pitta e Kapha.

O ar do corpo, Vata, manifesta-se a partir de Éter (Ãkãsha) e dos elementos aéreos.
Pitta manifesta-se tanto a partir do Fogo como da Água, enquanto Kapha o faz a partir de Terra e Água.

Um equilíbrio entre Vata-Pitta-Kapha de acordo com a Prakruti individual, é fundamental para manter as condições fisiológicas normais. O seu desequilíbrio por excesso ou defeito, pode conduzir a diversas patologias ou doenças crónicas.
A constituição (Prakruti) das pessoas é determinada no momento da fertilização do óvulo, sendo uma consequência dos factores particulares da permuta entre os humores (Doshas) dos seus pais.

VATA

Etimologicamente significa “o que faz mover as coisas”.
É a força motriz que está por trás dos outros dois Doshas. Controla o nosso equilíbrio mental e sensorial, assim como o nosso sentido de orientação. Promove a adaptabilidade mental e a compreensão.

Vata governa e é responsável pela descarga de todos os impulsos voluntários e involuntários. Trabalha a partir do cérebro e do sistema nervoso central. Está relacionado com o intestino grosso onde os gases (Ar) se acumulam.

Os sentidos do tacto e da audição, que correspondem aos elementos Ar e Éter, são parte de Vata.
É a força que guia e governa os outros elementos, já que a vida em si, deriva do elemento Ar.
Vata potencializa a adaptabilidade, agilidade, o entusiasmo e a facilidade em agir.
Seu poder é motivador e vitalizante.

Vata governa a sensibilidade básica e a mobilidade no campo mental.
Provem de energia todas as funções mentais, desde os sentidos ao sub-consciente.
Permite-nos responder eficazmente a estímulos internos e externos.
O medo e a ansiedade são os transtornos principais de Vata, e ocorrem quando a nossa força vital entra em declínio.

Aspectos e tendências físicas dos Vata

A nível ósseo, os Vata  são de compleição delgada, podendo ser muito altas ou baixas.
O desenvolvimento muscular é fraco.
O tórax é liso, as veias e os tendões  musculares são perceptíveis.
A pele tem tendência a ser fria, e quando o Vata está em excesso torna-se áspera, seca e gretada.
O Cabelo é ondulado e ralo.
As pestanas são finas e os olhos são opacos, metidos para dentro, pequenos e secos, muito activos, e a conjuntiva é seca e escura.
As unhas são rugosas e quebradiças. O nariz é irregular e levantado.
O apetite e a digestão são variáveis.
As pessoas Vata procuram os sabores doces, ácidos ou salgados, e gostam das bebidas quentes.
O sono é facilmente perturbado.
As mãos e os pés são por norma frios.
São pessoas criativas, activas e agitadas.
Caminham e falam depressa.
Possuem uma memória curta, mas com boa capacidade para reterem e compreenderem o essencial.
O raciocínio é bom, mas no momento de tomar decisões ficam ansiosos e amedrontados.
Em relação ao dinheiro, pretendem obtê-lo se possível de forma rápida, mas depois têm uma inata capacidade para o fazer desaparecer ainda mais rapidamente.
Têm tendência para desenvolver rugas na pele, prisão de ventre, insónias e dores em todo o corpo.

Aspectos e tendências psicológicas dos Vata

Os Vata são rápidos e ágeis mentalmente, têm interesses e inclinações variáveis.
São bons oradores, no geral bem informados, com boa capacidade de raciocínio, escrevem bem e  óptimos a organizar informação.
Intelectuais, podem compreender diversos pontos de vista.
No entanto, também podem ser superficiais nas suas ideias e falar sem objectivos.
A sua mente tende a vaguear sem controlo.
O seu conhecimento é global e generalista, no entanto pode faltar-lhes a profundidade do conhecimento particular dos temas.
São indecisos e inseguros. Têm pouca determinação, consistência e autoconfiança.
Frequentemente têm uma imagem negativa de si próprios.
O medo é a emoção predominante nos Vata, e a sua primeira reacção perante tudo o que seja novo ou estranho.
Gostam de se queixar. A sua própria ansiedade provoca-lhes falta de ar, e geralmente falta-lhes estabilidade.
Podem parecer por vezes ausentes e desorientados.
A sua memória tende a ser curta e saltitante.
Devido à tendência para se entregarem demasiado a tudo, sofrem rapidamente de esgotamento com o trabalho e exercício físico excessivo.
Os tipos Ar (Vata) podem tornar-se óptimos  maestros, programadores de computador e comunicadores nos Média.
Bons músicos, podem revelar-se sensíveis aos sons.

Em geral são criativos, e muitos artistas pertencem a esta constituição.

Altamente sociáveis, gostam de relacionar-se com pessoas de todos os tipos. No entanto, quando o elemento Ar é muito forte, tornam-se solitários e hipersensíveis no relacionamento humano, não porque a sua natureza seja solitária mas pelo facto de terem muito para dizer, mas não saberem como o fazer.

No geral são rebeldes, e não gostam de ser lideres ou seguidores.
No entanto, e das três constituições, também são os mais flexíveis, adaptáveis e com capacidade de mudar por entenderem o que devem fazer.

Doenças de Vata

Unhas quebradiças, pele dos pés gretada e seca.
Dores, inchaço e adormecimento dos pés. Pé chato. Tornozelo rígido, cãibras na barriga das pernas e pés.
Ciática.
Joelhos para dentro ou para fora.
Quadríceps rígido, por vezes dorido.
Paraplegia, monoplegia, quadriplegia, hemiplegia.
Paralisia facial.
Prolapso rectal. Dores no escroto. Tensão nas virilhas. Dores em torno da zona pélvica.
Diarreia, aumento do peristaltismo.
Comichões.
Cifose.
Nanismo.
Artrite sacro-Ilíaca.
Costas rígidas. Dores no peito. Redução da amplitude torácica. Dores agudas no peito.
Atrofia dos braços. Rigidez no pescoço. Torcicolos.
Ressonar.
Dores nas articulações temporo-mandibular.
Dores nos lábios, olhos e dentes. Dentes mal fixados nas gengivas.
Afasia.
Falar muito lentamente. Sabor adstringente na boca. Boca seca.
Dores de ouvidos, ouvir mal, perca de audição.
Cataratas, pressão dolorosa nos olhos, afundamento do globo ocular.
Dores de cabeça no geral, dores temporais e frontais.
Queixo duplo descaído.
Caspa.
Convulsões, desmaios, vertigens, tremores, bocejos, astenia, delírios, insónias.
Instabilidade mental.

Sugestões dietéticas para Vata Dosha

.Vegetais
Espargos, repolho, couve-flor, espinafres, cebolas, cenouras, pepinos, rábano, anis, alho, chilis verdes, alho-francês, azeitonas negras, mostarda verde, nabo, abóbora.

-Evite
Alcachofras, brócolos, couve-de-bruxelas, repolho e couve-flor crus, milho verde, beringelas, alface, azeitonas-verdes, pimento doce e picante.

.Frutas
Maçã doce, alperces, abacates, cerejas, coco, figos frescos, uvas, kiwi, limões, mangas, melão,
laranjas doces, papaia, framboesas, tamarindos.

-Evite
As frutas secas, maçã crua, figos secos, pêras, melancia.

.Lácteos
Com muita moderação.
Requeijão, Ghee, leite de cabra, Kefir.

.Evite
Queijos duros, iogurte natural, gelados.

.Cereais
Arroz, trigo, aveia

-Evite
Cevada, centeio.

.Doces
Malte de cevada, xarope de arroz, mel não cozinhado.

-Evite
Açúcar branco e seus derivados.

.Óleos
De oliva , milho, sésamo e ghee.

-Evite
Óleo de linhaça.

.Oleaginosas
Todas, mas em quantidade muito reduzida.

.Especiarias
Pimenta preta, algas marinhas, vinagre, molho de soja, tamari, salsa, cebolinho, cardamomo, canela, cominho, anis, menta, baunilha, cravo-da-índia, alho, gengibre, manjerona, noz moscada, óregãos, salva, tomilho.

-Evite
Chili picante, rábano germinado, picante, rábano, chocolate.

.Bebidas
Leite de: amêndoas, arroz e soja.
Sumos de: alperce, cenoura, cereja, uvas, manga, laranja, papaia.
Quase todos os chás.
Vinho e cerveja ocasionalmente.

-Evite
Sumos de: maçã, pêras, tomate.
Chá preto, bebidas com cafeína e gasosas.
Chá de: alfafa, cevada, chicória, dente de leão, jasmim, mate.

O  EQUILÍBRIO

Vata fica localizado no intestino grosso e controla os órgãos da metade inferior do corpo.
Vata é responsável por todos os movimentos musculares e nervosos do corpo, bem como pela eliminação de todos os detritos do corpo.
Vata está directamente relacionado com o processo de pensamento e com o stress.
As condições externas da pele e dos pelos (cabelos) indicam o estado de Vata,
A secura e aspereza são sinais claros de altos níveis de Vata.
Os sabores doce, salgado e ácido reduzem o Vata.
Os sabores amargo, picante e adstringente, aumentam Vata.
Vata está mais activo nas primeiras horas da manhã e na 3ª idade.
Vata é a força dominante que move os outros dois humores e que está presente em todas as doenças.

Vata pode controlar-se aumentando Pitta, Kapha, ou ambos, resultando deste modo um equilíbrio.
De salientar que o conceito de equilíbrio é sempre relativo à constituição particular e especifica de cada pessoa.
Equilíbrio não significa três partes iguais de cada humor (dosha), mas sim o retorno de cada pessoa à conjugação original da sua particular constituição de humores.

Por exemplo:
Uma pessoa predominantemente Pitta  com algum Vata e pouco Kapha, deve aumentar o Kapha para encontrar o seu equilíbrio.
No entanto, se pretendemos reduzir apenas Pitta, devemos aumentar tanto Kapha como Vata.
Nas condições em que Vata está muito activo, é adequado aumentar Pitta e Kapha em partes iguais. Se a condição Vata irrita Pitta (calor, inflamação, ira) devem ser usadas ervas e alimentos do tipo Kapha.
Se a condição de Vata é tipo Kapha (humidade, lentidão, letargia), devem usar-se ervas e alimentos tipo Pitta , para equilibrar Vata.
O óleo é bom para as condições Vata, tanto para consumo interno como em aplicação externa.
Os óleos considerados quentes (amêndoas, sésamo) são os melhores para acalmar Vata.
O óleo de ricino é excelente para limpar toxinas internas e as massagens com óleo aquecido nutrem a pele, ossos e nervos.

Para eliminar Vata é necessário eliminar todas as comidas frias e secas, como por exemplo, os snacks de pacote e as galetes.
O pão e os sabores adstringentes tendem a agravar o Vata.
As bebidas frias assim como as gasosas devem ser evitadas.
As refeições elaboradas e com muitas misturas devem ser evitados quando Vata está muito activo.
Os vatas digerem melhor as comidas simples e as bebidas quentes.
As proteínas são melhor assimiladas quando consumidas em sopas.

Os momentos de tranquilidade e recolhimento durante o dia são de extrema importância para os Vata.
Devem cultivar também a regularidade nas suas rotinas diárias e hábitos de vida.
O stress, o medo e a ansiedade, devem ser evitados pelos Vata.
Para os Vata é importante cultivar os valores de Kapha como: solidez, romantismo e satisfação das emoções – o amor, a casa, etc.
Frequentemente, os problemas de auto-estima ou simplesmente a falta de amor, são a causa dos hábitos de vida perniciosos dos vatas.
A capacidade de amar e receber amor, é o maior equilíbrio dos Vata.

PITTA

O humor biológico fogo denomina-se Pitta, e significa “ fogo que cozinha”. O fogo não pode existir directamente no corpo, mas encontra-se no corpo em forma de líquidos quentes como o sangue e sucos digestivos. Por este facto, Pitta contem uma parte secundária de água.

Pitta governa o processo de transformação, tanto no corpo como na mente, ao assimilar e digerir quer a comida, quer ideias e conceitos.
Predomina no sistema digestivo, particularmente no intestino delgado e no fígado, onde trabalha o fogo digestivo.
Também se encontra no sangue e no sentido da vista que corresponde ao elemento fogo.
Pitta é responsável por todo o calor e luz, desde a  percepção sensorial até aos últimos níveis do metabolismo celular.

A nível mental Pitta controla a razão, inteligência e o entendimento, ou seja, a capacidade iluminadora da mente, que pode perceber, julgar e descriminar, graças a Pitta.
A ira é a principal alteração emocional do Pitta, que é ardente e nos aquece, e auxilia na defesa de ataques externos.
A estrutura física de Pitta é mediana.

Aspectos e tendências físicas dos Pitta

O nível muscular dos Pitta é moderado.
A cútis pode ser amarelada, acobreada, rosada ou branca.
A pele é macia, quente, e menos enrugada que a pele de Vata.
O cabelo é fino e sedoso, com tendência para esbranquiçar e cair prematuramente.
Os olhos são penetrantes e agudos.
As unhas são macias.
O nariz é aquilino e fica vermelho com facilidade.
O metabolismo é rápido, a digestão é boa e o apetite forte.
São de altura média e a estrutura física pode ser delicada.
A pele tem muitos sinais e manchas.
Têm tendência para comer grandes quantidades de comida e líquidos.
Os ossos e as articulações são menos proeminentes que os Vata.
Preferem o sabor doce, amargo e adstringente, deliciam-se com bebidas frias.
O sono não é interrompido com facilidade e é de duração média.
Produzem grandes quantidades de urina e fezes de odor forte.
Têm um suor excessivo.
São pessoas ambiciosas com grande poder de compreensão.
São bons oradores, inteligentes e perspicazes.
A temperatura corporal pode ser ligeiramente elevada, as mãos e os pés tendem a estar quentes.
Não têm resistência à luz solar, calor e trabalho pesado.
Observa-se uma tendência para a irritabilidade, ciúmes e o ressentimento.
Desfrutam ao exibir as suas riquezas e posses luxuosas.

Aspectos e tendências psicológicas dos Pitta

Os Pitta são inteligentes, perceptivos e com grande capacidade de discriminação.
A sua mente é aguda e observam o mundo de forma clara e sistematizada.
No entanto, devido ás suas ideias claras, tendem a ser obstinados, perfeccionistas e a emitir opiniões.
Têm a tendência para cólera, agressividade e para se tornarem dominadores.
A sua vontade é forte e podem ser impulsivos.
Bons líderes, mas podem tornar-se fanáticos ou insensíveis.
Gostam do uso da energia e da força, ficando expostos a criticas e violência.
Os Pitta são bons cientistas e frequentemente têm conhecimentos de mecânica e matemáticas.
Gostam de trabalhar com ferramentas, armas ou química.
Dotados de mente inquiridora, podem ser bons investigadores, psicólogos e ter fantásticos insight.
A maioria dos políticos, advogados, militares e policias são de tipo Fogo.
Gostam de leis e da ordem, compreendem o valor da disciplina.
São bons oradores e convencem com facilidade. No entanto, é frequente a falta de compaixão e de respeito pelos pontos de vista dos outros.
Preferem a hierarquia e a autoridade, em vez do consenso e  democracia.
O executivo vigoroso que tem um ataque de coração súbito, é geralmente do tipo Pitta.

Doenças de Pitta

Calor, calor abrasador, queimar, ferver, fumegar, vomito ácido.
Sensação de queimadura no peito, sensação de fogo no corpo, sensação de fogo nos ombros,
temperatura alta.
Suor excessivo, mau odor corporal.
Quebranto doloroso pelo corpo, atraso no fluxo sanguíneo, fadiga muscular.
Sensação de picadas e queimadura na pele, urticária, babas vermelhas, tendência para o sangramento, vermelhidões.
Icterícia, herpes.
Sabor amargo, cheiro a sangue que sai da boca, mau odor da boca, sede excessiva.
Estomatite, faringite, conjuntivite.
Inflamação do pénis.
Hemorragia.
Desmaio.
Cor amarelada e esverdeada nos olhos, urina com cor mais intensa.
Insatisfação.

Sugestões dietéticas para Pitta Dosha

.Vegetais
Doces e amargos.
Espargos, brócolos, couve de bruxelas, couve-flor, alface, alho-francês, abóbora, quiabo, cogumelos, coentros, beterrabas.

-Evite
Os vegetais fortes como a cenoura crua, beringelas, alhos, cebolas, espinafres, rábanos, mostarda verde, azeitonas, tomate e picantes.

.Frutas
Frutas doces, maçã, melancia, abacate, figos, mangas, melão, laranjas, cerejas, uvas negras, ameixas, tâmaras, romãs.

-Evite
Frutas ácidas, alperces, uvas verdes, bananas, limão, papaia.

.Lácteos
Manteiga sem sal, requeijão, leite de soja e ghee.

-Evite
Queijos duros, cremes ácidos, soro de leite, iogurtes, gelados com frutas.

.Cereais
Trigo, arroz basmati, cereais secos, granola, flocos de aveia e trigo, tapioca, cevada.

-Evite
Pão com levedura, centeio, millet, milho e arroz integral.

.Proteínas
Produtos derivados da soja, tofu, etc.

-Evite
A gema dos ovos, peixes, mariscos, carnes vermelhas.

.Doces
Malte de cevada, xarope de arroz e de maçã, creme de maçã.

-Evite
Mel e os melaços.

.Óleos
Coco, azeite, sementes de girassol.

-Evite
Óleo de milho, de amêndoas e sésamo.

.Oleaginosas
Todas menos o coco.

.Especiarias

-Evite
Todas excepto : cominhos, coentros, gengibre, menta, baunilha, canela, anis, curcuma, açafrão, pimenta preta, cardamomo.

Bebidas
Leite de amêndoas, sumos de : maçã, alperce, cerejas, uvas, manga, pêras, vegetais doces, leite de soja com arroz, cevada ocasionalmente, chá preto e todos os chás adstringentes.

-Evite
Bebidas  alcoólicas fortes, vinho, gasosas, café, chocolate, bebidas com gelo, limonada, sumo de laranja, papaia, tomate.
Evite os chás  de:  canela, cravinho, eucalipto, gengibre e salva.

O EQUILÍBRIO

Pitta é quente, oleoso e intenso, suave e liquido.
Ligado ao intestino delgado, controla a digestão e o metabolismo, o calor do corpo e a transformação da matéria e da informação sensorial.
Temperaturas altas ou baixas estão directamente ligadas a Pitta, assim como a cor da pele.
Uma pele avermelhada indica a presença de Pitta, mais que uma pele pálida ou branca.
Os sabores doce, amargo e adstringente reduzem Pitta, enquanto que o ácido, salgado e picante o aumentam.
O Pitta encontra-se mais activo a meio do dia e a meio da vida.

A  explosão de emoções intensas indica que Pitta está muito activo, devendo ser acalmado.
Sensação de queimadura em qualquer parte do corpo, ardor ou inflamação, são expressões de excesso de Pitta.
Temperaturas corporais baixas, letargia e mente lenta e pesada, indicam falta de Pitta.
A meditação tende a diminuir as emoções ardentes associadas a Pitta.
Um ambiente estável e carinhoso em casa, também ajuda a evitar o reaquecimento de Pitta.
Um estilo de vida sátvico é o mais importante para as pessoas Pitta, pois são estas que têm tendência a dominar, controlar e agredir outras pessoas.
A forma de comer e viver sátvica, é o melhor caminho para diminuir as emoções intensas associadas a Pitta.

Pode diminuir-se Pitta quando se aumenta o Kapha. Em geral, uma dieta e estilo de vida Kapha são benéficos para as pessoas Pitta com boa digestão.
Caso se manifeste um excesso de óleo e calor no corpo, deverão usar-se então alimentos e ervas tipo Vata. As ervas frias e amargas são excelentes para diminuir o Pitta e desintoxicar o sangue e os órgãos Pitta (fígado, baço, pâncreas e intestino delgado).
Devem tomar-se bebidas e alimentos refrescantes para diminuir o Pitta, quando este está agravado. As comidas condimentadas e picantes devem evitar-se quando o Pitta está alto.

Quanto aos problemas digestivos dos Pitta, devemos também considerar o Vata, já que ambos estão relacionados com problemas crónicos de indigestão.
Em certas ocasiões o Pitta baixa ou o Vata sobe, e isto vai agravar o outro humor.
Uma vez que Pitta controla a mistura da bílis com os alimentos, o vata é directamente afectado quando Pitta não funciona adequadamente. A diarreia  e a prisão de ventre são, tanto um problema Pitta, como um problema Vata.

A deficiente absorção intestinal é um problema Pitta, directamente relacionado com um estado de agni baixo. Este deve assim ser aumentado com ervas apropriadas e outras medidas adequadas. Dietas de cereais simples e vegetais ao vapor devem ser consumidas com os condimentos correctos, para ir aumentando o agni lentamente.
A melhor terapia para os Pitta é estabilizar o estado mental e emocional, assim como receber massagens com azeite e óleo de coco.

KAPHA

O humor água denomina-se Kapha e significa literalmente  aquele que “se adere ou se pega”. Contem um aspecto secundário de terra e existe na pele e membranas mucosas.

Kapha governa a forma e a substância, e é responsável pelo peso, a coesão e a estabilidade.
É a solução fluida, o oceano interno no qual se movem os outros humores e constitui a maior substância do corpo. É responsável pela lubrificação, pela excreção de secreções e pela protecção dos nervos, da mente e dos sentidos. Kapha predomina nos vários tecidos do corpo e, na sua zona superior, em órgãos como o estômago, pulmões e cabeça onde se acumula o muco.

Está relacionado com os sentidos do gosto e do olfacto, que correspondem à água e à terra, respectivamente.
Kapha governa os sentimentos, as emoções e a capacidade da mente para se apegar à forma. Promove tranquilidade mental e estabilidade, mas pode indiciar o crescimento e a expansão.
O desejo e o apego excessivo são as emoções mais afectadas, assim como o apego mental aos objectos, o qual pode angustiar a mente.

Aspectos e tendências físicas dos Kapha

As pessoas com Prakruti tipo Kapha são geralmente bem constituídas fisicamente.
Corpos bem desenvolvidos com uma forte tendência para o excesso de peso.
Tórax amplo e comprido.
Veias e tendões escondidos por debaixo da pele.
Tez bonita e resplandecente. Pele suave, lustrosa e gordurosa. Geralmente fria e pálida.
Pestanas densas, olhos grandes e atractivos com uma grande porção do branco do olho visível.
A conjuntiva (branco do olho) não tem tendência para avermelhar como nos Pitta.
Os ossos são largos e proeminentes.
O apetite é regular e a digestão lenta.
Gostam de comida picante, amarga e adstringente.
As fezes são macias e pálidas. O trânsito intestinal é lento.
A transpiração é moderada.
O sono é profundo e prolongado.
Estas pessoas são geralmente tolerantes, calmas, benevolentes e carinhosas.
Também apresentam rasgos de avareza, apego excessivo, inveja e possessão.
A compreensão é lenta, mas definitiva.
A memória é forte.
Têm tendência a ser ricos, pois conservam o dinheiro que ganham.

Aspectos e tendências psicológicas dos Kapha

Os Kapha têm um temperamento emocional, e como aspectos positivos, têm muito amor, devoção e lealdade. No sentido oposto, encontramos o desejo excessivo, o apego, a possessão e a avareza.
São românticos, sentimentais e choram facilmente.
Mentalmente, são lentos a aprender quando comparados com as pessoas das outras constituições, mas retêm o que aprendem à custa de muita repetição.
Não são criativos ou inovadores, mas sim empreendedores.
São melhores para finalizar um empreendimento, do que para o começar.
Gostam de fundar instituições e estabelecimentos.
As pessoas de constituição água são tradicionais nas suas condutas e crenças.
Gostam de pertencer, ser parte de um grupo, e raramente se revoltam.
São bons seguidores e preferem trabalhar em associação. Contentam-se com o que está estabelecido e aceitam as coisas como são.
Apesar de serem estáveis, em certas ocasiões detêm-se. Não gostam de mudanças e têm dificuldade em mudar, mesmo quando o desejam fazer.

São amigáveis e familiares na intimidade, mas têm dificuldade em relacionar-se com estranhos. Não gostam de ferir nada nem ninguém, mas podem ser insensíveis para com pessoas estranhas ao seu círculo de amigos intimo. Nalgumas ocasiões tendem a asfixiar e abafar os outros.

Os Kapha têm tendência a ser bons pais e provedores. As mulheres são mães diligentes e gostam da vida familiar, têm um toque especial para cozinhar e gerir as tarefas de uma casa.

Os homens podem ser bons chefes de cozinha.
Com um tórax amplo, boa voz e bons pulmões, podem ser excelentes cantores.
Gostam de acumular fortuna e mantê-la. São bons a gerir bens e empresas bancárias.

Doenças Kapha

Anorexia nervosa.
Sonolência, Apatia, Sono excessivo, Preguiça.
Timidez.
Excesso de Peso, Obesidade.
Sabor doce, Salivação, Excessiva produção de mucos, Mucos ao redor do coração, Mucos na garganta, Excesso de excreção do corpo.
Perca de energia.
Indigestão, Diminuição da capacidade digestiva.
Arteriosclerose.
Bócio.
Urticária.
Palidez.

O EQUILÍBRIO

Kapha é frio, oleoso, pesado, denso, estável e macio.
Localiza-se no estômago e corresponde aos órgãos da parte superior do corpo.
Kapha confere coesão ao corpo, constituindo também  a base e o alicerce dos outros humores.
Os sabores picante, amargo e adstringente diminuem o Kapha, enquanto que os sabores doce, ácido e salgado o aumentam.
Kapha está mais elevado durante a manhã e na infância.
O sono excessivo, a letargia e a mente embotada indicam que o humor Kapha é excessivo, sendo necessário diminuí-lo.

A obesidade e a excessiva acumulação de gorduras também indica um excesso de Kapha e, com frequência, um transtorno ou mau funcionamento do Pitta. Como Pitta controla o metabolismo e a digestão, um excesso de Kapha poderá ” apagar o fogo “. Desta forma, o aumento de Pitta é, em muitos casos, a base para o tratamento do Kapha excessivo. Ervas e comidas quentes podem ajudar a aumentar o Pitta.

A desintoxicação tem um papel importante no tratamento das pessoas com Kapha.
O mau funcionamento do metabolismo permite a acumulação de toxinas nos tecidos do corpo.

O sistema digestivo, o sangue e todo o corpo, são contaminados com um alto nível de matéria tóxica. Esta é a causa de muitas doenças Kapha tais como a diabetes e obesidade. Uma simples falta de energia pode indicar uma acumulação tóxica em todo o corpo.

As pessoas tipo Kapha não necessitam de estar obesas, lentas ou diabéticas para apresentarem um transtorno do Kapha. A letargia, o sono excessivo, a baixa energia, a depressão ou a falta de motivação, são todos sinais de um Kapha elevado.

É importante para o Kapha trabalhar em grupo, pois isso vai mantê-lo motivado.
Também o desenvolver relações de qualidade é importante, pois as relações superficiais são deprimentes e esgotam as energias.
As actividades ao ar livre são benéficas e as refeições devem ser ligeiras e quentes.

As dietas não devem ser extremas pois a falta de nutrientes  pode ter um impacto negativo a nível psicológico.
Em relação aos aspectos dietéticos, uma abordagem gradual funciona melhor. A fórmula Triphala-Guggulu é excelente para o tratamento do metabolismo e colesterol.

Sugestões dietéticas para Kapha Dosha

.Vegetais
Todos vegetais, com excepção dos referidos abaixo.
Os vegetais de folha e os que contêm sementes ( como a abóbora ) são preferíveis aos vegetais de raiz.

-Evite
Os vegetais muito doces, muito azedos e muito suculentos.
Batatas, tomates, castanhas de água.

.Frutas
Frutas secas como as ameixas secas.
As melhores frutas para os Kapha são as maçãs, alperces, arandos, mangas, pêssegos, pêras e romãs.

-Evite
As frutas muito doces, muito ácidas e muito suculentas.

.Lácteos
Apenas pequenas quantidades de Ghee, e no caso do leite, preferir o leite de cabra ao de vaca.

-Evite
Todos os restantes produtos lácteos.

.Cereais
Os mais indicados são os cereais quentes e secos como o Trigo Sarraceno e o millet, seguidos da cevada, arroz e milho.

-Evite
Pão sem ser tostado, e o trigo.

.Proteínas
Raramente necessitam de produtos proteicos, pelo que devem optar pelas seguintes proteínas vegetais, mas com moderação:  tofu cozinhado e em pequenas quantidades, feijão preto, feijão mung, feijão catarino e lentilhas laranja.

-Evite
As leguminosas mais pesadas como as lentilhas pretas, os outros tipo de feijão como o feijão branco, e o feijão de soja.

.Doces
Apenas o mel puro.

-Evite
Todos os outros adoçantes.

.Óleos
Quando seja necessário usar, deves optar pelo óleo de amêndoa, de milho, cártamo ou de girassol.

-Evite
No geral deves evitar todos os óleos.

.Oleaginosas
Evitar todas. Ocasionalmente podes comer sementes de girassol e de abóbora.

.Especiarias
São indicadas todas, excepto o sal que aumenta o Kapha. As mais indicadas são o gengibre e o alho.

.Bebidas
Indicado o Chá preto. Café é aceitável. Muito ocasionalmente, vinho ou algum licor diluído.

-Evite
As bebidas alcoólicas no geral, mas particularmente a cerveja.

Hábitos Alimentares para Cultivar

1 – Não coma a menos que sinta fome e não beba a menos que sinta sede.
2 – Não coma quando sente sede e não beba quando sente fome.
3 – Coma frutas da estação.
4 – Procure comer apenas alimentos frescos; evite os enlatados e comida congelada.
5 – Não misture leite com peixe, com carne ou com frutas ácidas.
6 – Quando come, concentre a atenção no sabor dos alimentos e evite qualquer tipo de distracção: ver televisão, conversação excessiva ou leituras inoportunas.
7 – Mastigue cada porção pelo menos 32 vezes, antes de o engolir.
8 – Coma sempre uma quantidade equivalente a dois punhados das suas mãos. Comer excessivamente cria toxinas adicionais no tracto digestivo, difíceis de eliminar.
9 – Durante a refeição recomenda-se pequenos golos de água. Beber muita água depois das refeições irá diluir os sucos digestivos, impedindo uma boa digestão.

Hábitos Alimentares Pouco saudáveis

1- Comer em excesso.
2- Comer a seguir a uma grande refeição.
3- Beber demasiada água, ou nenhuma, durante uma refeição.
4- Beber água muito fria durante uma refeição ou em qualquer altura.
5- Comer quando estás constipado.
6- Comer a uma hora errada do dia, ou muito cedo ou muito tarde.
7- Comer demasiadas comidas pesadas, ou demasiadas comidas ligeiras.
8- Comer frutas ou beber sumos de fruta durante a refeição.
9- Comer sem ter realmente fome.
10- Comer para satisfação emocional.
11- Comer combinações de alimentos que são incompatíveis.
12- Comer entre as refeições.

Assim que a constituição individual tenha sido determinada, os quadros de alimentos sugeridos irão auxiliar a identificar quais deles ajudam ou prejudicam, de acordo com a constituição específica.

Os alimentos sugeridos reduzem ou equilibram um dos doshas (Vata, Pitta, Kapha), servindo desta forma para uma constituição em particular.

Os alimentos que se devem evitar, aumentam e desequilibram a constituição. De qualquer forma, o nosso objectivo é reduzir ou equilibrar qualquer desequilíbrio num dosha particular.

É importante recordar que esta descrição reflecte o aspecto puro de cada elemento constitucional. Cada pessoa é uma combinação das três constituições, com uma tendência predominante para uma ou duas delas.

Por esta razão, os quadros deveriam servir apenas para delinear, de uma forma geral, uma consciência sobre as dietas, com o objectivo de promover um regime saudável.

Escolhe alimentos de acordo com a tua constituição. Eles irão nutrir-te, e não irritar os teus doshas.

Escolhe alimentos de acordo com a estação.

Come alimentos frescos, tais como alimentos sattvicos da melhor qualidade, e que possas pagar.

Não comas a menos que tenhas fome.

Não bebas a menos que tenhas sede. Se tens fome e bebes em vez de comer, os líquidos irão dissolver as enzimas da digestão, reduzindo assim o fogo gástrico.

Senta-te na hora de comer, não o faças de pé.

Na hora de comer, come. Isto significa que não podes ler, ver televisão, ou estar demasiado distraído a conversar. Concentra-te nos alimentos.

Mastiga muito bem os alimentos, pelo menos 32 vezes por colherada. Isto permite que as enzimas digestivas façam o seu trabalho, como é suposto.

Come a uma velocidade moderada. Não engulas a comida apressadamente.

Enche 1/3 do teu estômago com alimentos, 1/3 com água, e deixa 1/3 vazio.

Não comas mais de uma porção que caiba nas tuas mãos. Comer em excesso expande o estômago, e assim irás ter tendência para comer mais. Comer em excesso também cria toxinas no sistema digestivo.

Durante as refeições não ingiras bebidas geladas, ou sumos de fruta. Bebe golos de água quente entre cada porção de comida.

O mel nunca deve ser cozinhado. Se o cozinhamos, as moléculas convertem-se numa substância pegajosa que adere ás membranas mucosas tapando pouco a pouco os canais, produzindo toxinas.



Facebook Comments Master

Share This

Share this post with your friends!