“O que é a respiração em Ujjayi, como se faz?”

Está é uma pergunta frequente, que os alunos que vêm fazer uma aula de yoga pela primeira vez, nos colocam no final da prática.

Significado literal a partir do sânscrito

UD = elevar-se ou expandir-se
JAYA = conquistar, sucesso, ser vitorioso
UJJAYI significa ” aquele que é vitorioso ”

Usado como técnica básica das aulas de yoga

– O Ujjayi é usado como técnica para um flow harmonioso na prática de ásana.
– Pode também ser executado como técnica exclusiva de PRÁNÁYÁMA nas posturas sentadas.

O som continuo e delicado produzido no fundo da garganta, quando inspiramos e expiramos, assim como a respiração conscientemente ritmada, caracterizam a prática do Ujjayi.

Preparação para a sua execução técnica
1- Na prática de ásana: podes partir de Tadásana ou de adho-mukha Savásana.
2- Para a prática de Pránáyáma: senta-te em samanásana, sidhásana, padmásana ou baddha konásana.

Execução
– Ajusta o controle da cinta abdominal, movimentando a zona abdominal inferior ( entre o osso púbico e umbigo) ligeiramente recolhida para trás e para cima.
– Permanece umas 5 a 10 respirações, observando simplesmente a respiração espontânea.
– Mantendo sempre a respiração estritamente nasal, faz agora o ajustamento delicado da glote contraindo-a parcialmente ( é uma contração como se tivesses acabado de engolir ), produzindo assim um subtil e delicado ruído continuo na parte de trás da garganta, durante a inspiração e expiração.
– Mantém o som continuo e uniforme do principio ao fim da respiração.
– O tempo da inspiração e expiração devem ser iguais.
– Deves manter o ritmo da respiração, uniforme e constante.
– Durante a execução, ao inspirares deves expandir gradualmente o tórax enchendo os pulmões; ao expirares deves esvaziar os pulmões fechando o tórax. Estes dois movimentos devem estar sincronizados com a respiração.
– Aprende a usar os músculos intercostais externos na inspiração para expandir o tórax, afastando as costelas laterais umas das outras. Os músculos intercostais internos na expiração, para expulsar o ar dos pulmões, reaproximando as costelas ( aqui, não permitas que o centro do peito afunde entre os ombros).

Durante a prática de ásana, deves procurar manter a execução do Ujjayi de forma continua, mantendo assim a mente sempre focalizada e tranquila.

Os benefícios que a prática regular desta técnica pode trazer são vários, mas principalmente:
– Tranquiliza a mente e o sistema nervoso central
– É benéfica em patologias relacionadas com o stress
– Auxilia a reduzir a hipertensão arterial
– Benéfico em problemas de asma
– Contribui para minimizar problemas de insónia, tornando a respiração mais tranquila
– Induz a um estado de interioridade, facilitados de técnicas de meditação
– Melhora e desenvolve um controle consciente de todos os músculos intervenientes no processo respiratório

Prática agora o teu Ujjayi com o Surya Namascar Clássico!



Facebook Comments Master

Share This

Share this post with your friends!